As negociações entre Putin e Modi reafirmaram seu compromisso com uma parceria estratégica particularmente privilegiada entre a Rússia e a Índia - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

terça-feira, 7 de dezembro de 2021

As negociações entre Putin e Modi reafirmaram seu compromisso com uma parceria estratégica particularmente privilegiada entre a Rússia e a Índia

O presidente russo, Vladimir Putin, fez uma visita oficial à Índia, onde conversou com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi. O encontro das duas lideranças resultou em um comunicado conjunto e na assinatura de diversos acordos.


Vladimir Putin visitou a Índia na segunda-feira, 6 de dezembro, onde se encontrou com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi. As negociações foram realizadas em Nova Delhi, os líderes dos dois países conversaram entre si por 3,5 horas. A conversa decorreu tanto na presença de jornalistas como à portas fechada.

Antes da visita de Putin à Índia, os ministros das Relações Exteriores e da Defesa da Rússia, Sergei Lavrov e Sergei Shoigu, chegaram e mantiveram conversações no formato "2 + 2" com seus homólogos indianos. A reunião resultou na assinatura de vários acordos russo-indianos no campo da cooperação militar. Um acordo sobre a produção licenciada de fuzis de assalto AK-203 Kalashnikov foi finalmente acordado e assinado, e as negociações começaram sobre um novo contrato para a produção licenciada de caças Su-30MKI. Estamos falando de cerca de 50 aeronaves.

O principal documento assinado pelas partes foi o acordo sobre o programa de cooperação técnico-militar entre a Rússia e a Índia para o período de 2021 a 2031.

O encontro entre Putin e Modi serviu de confirmação final dos acordos firmados anteriormente. Como resultado, foi feito um comunicado conjunto, no qual as partes reafirmaram seu compromisso com a parceria estratégica especialmente privilegiada dos dois países.

Em suma, a Rússia e a Índia continuarão a desenvolver a cooperação técnico-militar, bem como a conduzir exercícios militares conjuntos. Como parte da parceria estratégica, os países vão aumentar o comércio, planejando chegar a US $ 30 bilhões por ano até 2025. A cooperação em energia, alta tecnologia e espaço foi confirmada. Os países também concordaram com o reconhecimento mútuo dos certificados de vacinação e a produção de várias centenas de milhões de doses das vacinas russas Sputnik V e Sputnik Light.

Além disso, houve uma série de declarações relacionadas com a política mundial, em particular a situação no Afeganistão, a reforma do Conselho de Segurança da ONU, a desnuclearização da Península Coreana e uma série de outros problemas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here