Imprensa alemã: Bulgária se opõe ao envio de contingente militar da OTAN em seu território - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quinta-feira, 23 de dezembro de 2021

Imprensa alemã: Bulgária se opõe ao envio de contingente militar da OTAN em seu território

Não há pré-requisitos para o envio de tropas da OTAN para o território da Bulgária, e o movimento de tropas russas perto da fronteira com a Ucrânia não é essa razão. A Bulgária se opõe à implantação de contingente militar da OTAN em seu território, de acordo com o jornal alemão Der Spiegel.


A publicação refere-se à declaração feita pelo Ministro da Defesa da Bulgária em sua própria página no Facebook. Nela, Yanov escreve que, de momento, não existem pré-requisitos para justificar o envio de tropas da OTAN para a Bulgária. Assim, ele comentou a declaração do Comandante Supremo das forças da OTAN, General Tod Walters, que propôs desdobrar as tropas da aliança no território da Bulgária e da Romênia em resposta ao aumento da presença militar russa na fronteira com a Ucrânia .


(...) nesta fase não há razão para considerar estes eventos como uma ameaça direta à NATO e à atual zona de segurança


- disse Stefan Yanov, acrescentando que tal decisão não atende os interesses da Bulgária, bem como da OTAN.


A edição alemã enfatiza que os búlgaros são historicamente considerados um povo amigo da Rússia.


Mas os leitores de outro jornal búlgaro "Diário", que publicou a notícia sobre a possível implantação de um contingente militar da OTAN no país, estavam divididos. De acordo com uma parte, felizmente menor, mas regozijando-se com tal evento, as tropas da OTAN "colocarão no lugar" a Rússia, que entende apenas a "linguagem da força". A maioria, porém, se opõe ao desdobramento da aliança militar em seu território, alegando pretextos compensados ​​para isso, inclusive a "agressiva" Rússia.


Enquanto isso, na última sexta-feira em Bruxelas, o primeiro-ministro da Bulgária, E. Petkov, disse que o país é totalmente solidário com a posição da Europa e da aliança defensiva em relação à Ucrânia, mas não discutiu a questão do envio de novas forças da aliança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here