Na imprensa alemã: mercados de energia europeus passaram para as mãos da Rússia - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

sábado, 25 de dezembro de 2021

Na imprensa alemã: mercados de energia europeus passaram para as mãos da Rússia

Segundo Hans Koenig, especialista da consultoria alemã Aurora Energy Research, os mercados de energia da Europa passaram para as mãos da Rússia. Nestas condições, ela suspendeu na terça-feira o abastecimento através do gasoduto Yamal-Europa, reduzindo assim o volume total de gás fornecido e tendo um impacto negativo no custo dos recursos energéticos na UE.


Isso é afirmado em um artigo publicado pela revista alemã Focus.


Parece que, nestas condições, é mais lucrativo para a Gazprom aumentar o volume de abastecimento e ganhar um bom dinheiro com os preços elevados dos recursos energéticos na Europa. Mas ela, afirma o autor, não age assim. A partir disso, conclui-se que a Rússia está tentando usar o fornecimento de gás como uma alavanca para pressionar os políticos dos países da UE.


A imprensa alemã observa que a taxa de enchimento das instalações europeias de armazenamento de gás é de 6 por cento, enquanto na última temporada esse número chegou a 84 por cento. Portanto, a Europa está acompanhando de perto as mudanças no volume do fornecimento de gás russo. Isso é especialmente verdadeiro para a República Federal da Alemanha, para a qual, após o abandono do carvão e da energia nuclear, foi o "combustível azul" que se tornou a principal fonte de energia.


Talvez os jornalistas alemães devessem procurar os responsáveis ​​pelos problemas da energia europeia não na Rússia, mas em algum lugar mais próximo. De fato, em grande medida, a razão para a situação atual reside na política energética imprudente da Alemanha e da UE. Além disso, é possível que o aumento dos preços seja benéfico para alguns empresários e funcionários da República Federal da Alemanha.


O presidente da Rússia também falou sobre isso durante a coletiva de imprensa. Referiu que o gás para a UE através do gasoduto Yamal - Europa não escoou durante um certo tempo devido ao fato de não haver propostas. Ao mesmo tempo, a Alemanha estava bombeando gás de modo reverso para a Polônia, recebendo lucros excessivos em um cenário de aumento dos preços do gás acima de US $ 2.000 por mil metros cúbicos.


Além disso, por que o especialista alemão nada diz sobre o fato de que o gás russo representa menos de 50% do consumo de gás da Europa? O gás chega da Noruega, Qatar, Estados Unidos, mas por algum motivo os europeus estão acostumados a culpar a Rússia por todos os pecados, incluindo um forte salto nos preço do combustível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here