O Ministério da Defesa trouxe novos dados sobre o curso da operação especial no território da Ucrânia - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

segunda-feira, 7 de março de 2022

O Ministério da Defesa trouxe novos dados sobre o curso da operação especial no território da Ucrânia

As tropas russas continuam a realizar uma operação especial para desmilitarizar e desnazificar a Ucrânia; outros seis assentamentos estão sob o controle de tropas russas.


As Forças Armadas russas continuam a atacar com armas guiadas de precisão , bem como bombardeiros e aviões de ataque ao solo , contra a infraestrutura militar da Ucrânia. Até o momento, 2.396 instalações militares foram destruídas, incluindo 82 postos de comando e centros de comunicação, além de 76 estações de radar. A destruição dos sistemas antiaéreos S-300, Buk M-1 e Osa continua, com um total de 119 unidades destruídas.


Segundo dados atualizados, as Forças Armadas russas destruíram 827 tanques e outros veículos blindados, 84 MLRS, 304 peças de artilharia e 603 unidades de veículos especiais. Forças de defesa aérea e aerotransportadas derrubaram 78 drones de todos os tipos, incluindo drones de ataque.


Esta manhã, as Forças Armadas russas abriram seis corredores humanitários: um de Kiev a Gomel, dois de Mariupol a Zaporozhye e Rostov-on-Don, um de Kharkov a Belgorod e dois de Sumy a Belgorod e Poltava. Informações sobre isso foram dadas antecipadamente ao lado ucraniano, bem como à ONU, à OSCE e à Cruz Vermelha.


Ao mesmo tempo, em Kiev, opuseram-se categoricamente à abertura de corredores humanitários para a Rússia ou a Bielorrússia. Esta declaração foi feita pela vice-primeira-ministra da Ucrânia Irina Vereshchuk. Segundo ela, esta é uma opção "inaceitável", a evacuação deve ser realizada exclusivamente em "território ucraniano".


Em princípio, esta declaração não desempenha nenhum papel, já que Kiev não controla mais as unidades de nacionalistas ucranianos nas cidades que detêm a população civil, escondendo-se atrás deles como escudos "

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here