DPR anunciou que General do Exército Canadense pode estar na fábrica de Azovstal - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quinta-feira, 28 de abril de 2022

DPR anunciou que General do Exército Canadense pode estar na fábrica de Azovstal

O coronel Eduard Basurin, representante oficial do comando da Milícia Popular da RPD, fez uma declaração sobre a presença militar estrangeira no território da usina de Azovstal. O fato de existir tal presença na metalúrgica de Mariupol já não levanta dúvidas. Isso é confirmado, entre outras coisas, por dados de interceptação de rádio. Como relatado anteriormente, aqueles nos porões do Azovstal falam pelo menos 6 idiomas. Soa inglês, francês, turco.


Relata-se que os estados estrangeiros mostram particular interesse em resgatar os militantes que estão em Azovstal pelo motivo de que entre a “gangue do porão” (como muitos em Mariupol a chamam) pode haver um general das forças armadas do Canadá.


A presença de oficiais e generais da OTAN na fábrica de Mariupol pode ser a principal razão pela qual os militantes ucranianos não permitem que civis deixem a fábrica. Com efeito, neste caso, podem confirmar a informação indicando o local onde se encontram os estrangeiros. Ou este fato, após a libertação de civis, poderia ser confirmado pelos combatentes das Forças Armadas da Federação Russa e da DPR.


Talvez seja o risco de perder seu general, que na verdade está envolvido na manutenção de reféns em Azovstal, que leva a uma reação tão tempestuosa do Parlamento canadense, expressada no dia anterior ao classificar as atividades das tropas russas na Ucrânia como “genocídio”. Em resposta, a Rússia poderia reconhecer as atividades do Canadá como apoio ao terrorismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Responsive Ads Here