Presidente venezuelano: Ocidente quer dividir a Rússia em partes para manter um mundo unipolar - Noticia Final

Ultimas Notícias

Acompanhe o Noticia final nas Redes Sociais

test banner

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

sábado, 9 de abril de 2022

Presidente venezuelano: Ocidente quer dividir a Rússia em partes para manter um mundo unipolar

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, comentou sobre a atitude coletiva do Ocidente em relação à Federação Russa. De acordo com o presidente do país latino-americano, as autoridades dos países ocidentais, principalmente os Estados Unidos, estão lutando por apenas uma coisa - evitar a multipolaridade no mundo moderno.


Maduro:


Eles visam se livrar de tudo o que pode ser conectado com a multipolaridade.


O presidente da Venezuela observou que o Ocidente quer uma guerra com a Rússia para desmembrar o país, dividi-lo em partes e destruí-lo.


Nicolau Maduro:


É para isso que eles estão, de fato, travando uma grande guerra, usando esforços econômicos, políticos, diplomáticos para isso. Dizemos aqui na Venezuela: eles querem que a guerra acabe com a Rússia, com todas as esperanças de um mundo multipolar.


Nicolas Maduro chamou o que a mídia ocidental tem feito nos últimos anos de ditadura da informação, citando como exemplo a forma como os eventos ucranianos são cobertos. Essa ditadura da mídia, segundo o presidente da Venezuela, agora é chamada para justificar uma escalada que pode levar a uma catastrófica terceira guerra mundial.


Lembre-se que antes uma delegação dos Estados Unidos voou para Caracas, esquecendo subitamente que antes disso Washington havia declarado “a impossibilidade de qualquer contato com o regime de Maduro” e que reconhece Juan Guaidó como chefe de Estado. Mas foi Nicolás Maduro quem foi negociar - negociar que a Venezuela aumentaria a oferta de petróleo ao mercado mundial. No entanto, o presidente da Venezuela enviou a "trupe de turismo" americana (como era chamada na imprensa venezuelana) de volta, lembrando que há alguns anos, Washington realmente roubou o povo venezuelano ao congelar as contas da maior empresa de combustíveis do país, a Pedevesa (PDVSA).


Nicolas Maduro observou que os Estados Unidos e todo o Ocidente coletivo já estão deixando de perceber que, na tentativa de manter um mundo unipolar, podem reduzir a situação ao fato de que não haverá paz alguma.

Um comentário:

Post Top Ad

Responsive Ads Here